Zur Navigation | Zum Inhalt
FVCML0208 10
Notícias
Squeak e as Dificuldades de Aprendizagem Específicas PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Jaime Ribeiro   
Quinta, 17 Junho 2010 16:21
Logo squeaklandia

O Squeak trata-se de um software com linguagem de programação orientada a objectos, inventada por Alan Kay, desenvolvida na Apple e experimentada na Walt Disney. Permite aos alunos criarem os seus ambientes de aprendizagem, de uma forma simples, motivadora e adequada aos seus níveis etários, Tal com refere o investigador Fraga (2006) “el objetivo fundamental del uso de este programa es avanzar en los procesos de aprendizaje que convierten al alumno en el verdadero protogonista”.Como sabemos crianças com Dificuldades de Aprendizagem Específicas (DAE), experimentam diariamente a frustração de não acompanharem os seus pares, em algumas áreas. Contudo, segundo Correia (2008), sabe-se que as DAE:   “dizem respeito a uma problemática de origem neurológica e cognitiva que interfere com o processamento de informação (recepção, integração, memória e expressão de informação), caracterizando-se, em geral, por uma discrepância entre o potencial do aluno (aluno inteligente), reflectindo-se, assim, em termos educacionais, numa discapacidade ou impedimento para a aprendizagem da leitura, da escrita ou do cálculo, ou paraa aquisição de aptidões sociais,”.

 

Uma vez que estes alunos “são portadores potencial intelectual dito médio” (Correia 2008), considerou-se que a utilização do Squeak lhes poderia permitir uma “viagem” por mundos que por vezes se revelam de difícil exploração. Dadas as oportunidades inimagináveis apresentadas pelo software, pensa-se que ao contrário do habitual, fossem, tal como foi referido anteriormente, protagonistas na sua aprendizagem!

 

O Squeak já tem uma versão portuguesa (traduzida) e de muito fácil acesso. Pode ser descarregado de forma gratuita da internet, em www.squeklandia.pt,  com a vantagem de poder ser usado com os sistemas operativos Windows, Linux ou Macintosh, logo em qualquer computador pessoal. Actualmente, tem também uma versão própria para o computador Magalhães!

 

Com a contribuição de Eliana Leal (a desenvolver investigação sobre este tema na Universidade do Minho)

Actualizado em Quinta, 17 Junho 2010 16:32
 
Questionário a Professores sobre a Perturbação de Hiperactividade e Défice de Atenção PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Jaime Ribeiro   
Quarta, 26 Maio 2010 09:45

Encontra-se a decorrer um estudo sociométrico no âmbito de uma investigação para subordinada a uma temática que suscita actualmente muitas discussões, a Perturbação de Hiperactividade com Défice de Atenção (PHDA). Procura recolher dados junto de Professores sobre alunos com PHDA  no 1º Ciclo do Ensino Básico. Este inquérito é realizado no âmbito da Dissertação de Mestrado em Psicologia na Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa, Porto, da aluna Joana da Silva Nogueira, sob orientação do Professor Doutor Pedro Dias. Tem como principal objectivo validar um instrumento de avaliação de conhecimentos dos Professores sobre a PHDA.

Podem aceder clicando sobre o seguinte link ou copiando o endereço e colando na barra de endereços do Vosso browser.

 LINK

http://www.esurveyspro.com/Survey.aspx?id=109f2133-8956-4658-894d-8c905528b9a8

A recolha de dados irá terminar no final do presente mês, pelo que apelamos à colaboração nesta investigação na área das Necessidades Educativas Especiais, de forma a todos podermos contribuir para um melhor atendimento a estes alunos que podem ter um enorme potencial restringido por uma barreira que é esta perturbação.

Professores de Educação Especial.  Colaborem!!

A colaboração recíproca faz avançar a investigação nacional!

Actualizado em Quarta, 26 Maio 2010 10:23
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Página 7 de 13

Destaques

Muito se tem falado sobre o potencial da utilização dos Recursos Educativos Digitais (RED) na educação. Porém, a nível nacional, pouca atenção tem sido dada à utilização dos RED com as populações especiais, com alunos que não seguem os padrões considerados normais de aprendizagem.

"Os RED podem envolver, atrair, inspirar e entusiasmar aprendentes de todas as idades, capacidades e necessidades. Podem ser utilizados para estimular e canalizar a criatividade do aluno à medida que vão sendo adaptados às suas necessidades e vão sendo desenvolvidos materiais mais estimulantes que permitem personalizar a aprendizagem. Apresentam-se de diferenciadas formas, desde uma simples imagem digital que complementa um conteúdo, a ambientes virtuais onde a flexibilidade da simulação torna a experimentação mais segura. Em educação, um recurso digital é qualquer elemento que pode ser armazenado num formato digital, adoptado e adaptado para ser utilizado na aprendizagem." (in Cadernos Sacausef VI)

Felizmente e em boa hora a Direção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular (DGIDC), estrutura do Ministério da Educação e da Ciência decidiu investir nesta área. Desta forma, lançaram no âmbito do seu Projeto Sacusef, na 6ª edição, uma publicação dedicada aos RED para alunos com Necessidades Educativas Especiais. Os Cadernos Saucausef VI foram organizados e estruturados por António Moreira e Margarida Almeida da Universidade de Aveiro e conta com capítulos escritos por referências nacionais. Autores que além de investigarem, fazem da utilização das tecnologias com as NEE o seu dia a dia.

Com elevada qualidade, aconselha-se a leitura deste caderno, que nos parece ser uma referência a não perder para (in)formação.