Zur Navigation | Zum Inhalt
FVCML0208 10
Sobre o portal... PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
O sembarreiras.org acredita na escola inclusiva, que reconhece ao aluno com necessidades educativas especiais o direito de frequentar o ensino regular, possibilitando-lhe o acesso ao currículo comum, através de um conjunto de apoios apropriados às suas características e necessidades. Este portal emergiu da necessidade de percepcionar os modos como as TIC estão a ser ou podem ser utilizadas para apoiar alunos com necessidades educativas diversas. Pretende assim ser “um ponto de agregação de informação e encaminhamento para ‘locais’ com maior conhecimento específico” em torno do tema Multimédia e Acessibilidade.
 
Surgiu da constatação que:
- A informação na temática encontra-se muito dispersa;
- Existe uma primazia de informação de cariz essencialmente comercial;
- Há um reduzido número de serviço de suporte aos professores de alunos com problemas de aprendizagem;
- Não se conhece a existência de uma plataforma única que coadune Acesso e Participação na utilização das TIC com as NEE;
- É premente a partilha de saberes na utilização das TIC como ferramentas ao serviço dos Professores e Alunos com NEE para a promoção de uma escola verdadeiramente inclusiva;
  
É dirigido a todos os intervenientes no processo educativo de alunos com NEE, considerando-se de particular relevância para:
- Professores e Educadores de Educação Especial
- Professores e Educadores do Ensino Regular
- Outros profissionais da educação
- Familiares
- Alunos com Necessidades Educativas Especiais
 
 O Portal sembarreiras.org definiu para si os seguintes objetivos:
• disponibilizar informação, designadamente legislação, sobre recursos e mecanismos de apoio relativos ao desenvolvimento e à aprendizagem de crianças e jovens com NEE;
• reunir um leque tão alargado quanto possível de experiências positivas na área das NEE;
• divulgar iniciativas (encontros, conferências, ações de formação) relacionadas com a temática das NEE;
• estabelecer ligações/contactos entre os intervenientes na formação de crianças e jovens com aquelas características (pais, professores, educadores, profissionais de apoio e os próprios jovens);
• agilizar a troca de experiências e conhecimentos entre os que lidam com crianças e jovens com NEE;
• promover a qualidade nos contextos de aprendizagem e o desenvolvimento de crianças e jovens com NEE, procurando facilitar a transição para a idade adulta e para a vida ativa.